"Para quem perde seu mérito pessoal, o mérito de seu pai não é de nenhuma utilidade."


"Os cinco dedos da mão não são iguais."


"Deus julga as árvores pelos frutos e não pelas raízes."


"Um sábio passou por um grupo de vagabundos. Dirigiram-lhe palavras más: dirigir-lhes boas palavras. A um amigo surpreendido, esclareceu: Cada um oferece o que tem."


"Se empregar todo o seu esforço, até o rato pode devorar o gato."


"Deus, às vezes, castiga os homens, enriquecendo-os."


"Não levantes a voz desafrontadamente, pois se crês conseguir por este meio teus propósitos, os berros e os cães te ganhariam."


"A palavra é como uma flecha que arremessada do arco, ninguém pode fazê-la voltar."


"O vento que refresca o oásis é o mesmo que lança o fogo de uma lenda para outra."


"Obtém-se mais facilmente o que se pede sem manifestar-se pressa em obtê-lo."


"Senta-te, quando pequeno, onde deves; sentar-te-ás, quando grande, onde gostas.


"Perguntaram a uma árvore cheia de frutas "Por que não faz nenhum barulho?" Ela respondeu: "Meus frutos são uma propaganda suficiente para mim."


"Com 5 anos teu filho é teu ditador, com  10 é teu escravo, com 15 a tua própria imagem, depois ou teu amigo ou teu inimigo."


"Mais difícil que conquistar o sucesso, é conservá-lo."


"O camelo lamenta não ser dromedário, o dromedário lamenta não ser camelo."


"Certamente não te ama aquele que ama teu inimigo."


"Aquele que freqüenta palácios, deve portar-se como quem freqüenta palácios."